Educação ambiental na festividade do Rei Sabá

Há tradições que devem ser potencializadas; outras, combatidas. Um clássico exemplo da assertiva inicial pôde ser visto no último dia 20 de janeiro, em São João de Pirabas durante mais uma edição dos festejos alusivos ao Rei Sabá, tradição no calendário cultural do município que atrai todos os anos milhares de pessoas à Praia do Castelo, na Ilha da Fortaleza. Já um exemplar das “tradições” merecedoras de serem combatidas é a poluição gerada pelos frequentadores dessa festividade, o que vem contribuindo para o aumento do acúmulo de lixo nas praias pirabenses.

E foi com a finalidade de interromper o ciclo da poluição na Praia do Castelo que no dia 20 de janeiro a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMMA) articulou a ação sazonal “Educação ambiental na festividade do Rei Sabá”.

Para realizar a ação, a SEMMA montou como base um estande ao lado da estrutura montada pela prefeitura, para prestar informações aos transeuntes. Já a coleta de resíduos sólidos foi outra frente de trabalho realizada no local do evento e no decorrer de toda a praia, em conjunto com a Cooperativa dos Catadores de São João de Pirabas (COOPECAPI), que disponibilizou vinte cooperados para efetuarem a limpeza da praia, com a coleta tanto de materiais recicláveis quanto de outros resíduos.

Para Francisco Júnior, secretário de Meio Ambiente e articulador da ação, o resultado foi o melhor possível. “A SEMMA aproveitou esse período sazonal importante para cumprir seu papel de promover educação ambiental”, comemorou. A técnica da SEMMA, Alline Araujo enfatiza que o “maior legado desse trabalho foi poder incutir nas pessoas a importância de mantermos limpas nossas praias, que são o maior cartão postal do município”. Outro que comemorou os resultados foi Pedro Paulo Sarmento, presidente da COOPECAPI, que parabenizou o órgão ambiental pela iniciativa.

Elogiada pelos frequentadores do evento, a ação educativa da SEMMA foi uma sugestão do Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (COMDEMA) durante a última reunião de 2017, em dezembro.

Acessibilidade